Claudinei Oliveira no duelo Sport x Atlético/MG, na Ilha do Retiro
Claudinei Oliveira no duelo Sport x Atlético/MG, na Ilha do RetiroFoto: Paullo Allmeida/FolhaPE

Há cinco rodadas, o rubro-negro respirava fundo, se preparando para ver o oscilante time do Sport entrar em uma sequência complicada de jogos contra times do top 10 da Série A do Campeonato Brasileiro, alguns até integrantes do G4. Sem descanso, o Leão encarou Cruzeiro, Corinthians, Palmeiras, Atlético Mineiro e, por fim, Internacional, no último sábado. Até o mais otimista dos torcedores esperava poucos pontos no momento, mas, sob o comando do técnico Claudinei Oliveira, o grupo cresceu e conquistou surpreendentes oito pontos, frutos de duas vitórias - contra o Palmeiras, fora, e o Atlético, em casa - e dois empates, com o Corinthians, em casa, e o Inter, em pleno Beira-Rio. A única derrota foi diante do Cruzeiro, em Minas.

Justo no momento de maior pressão, o time pernambucano deu uma guinada na classificação. "A equipe mostrou amadurecimento. Por exemplo, nos últimos jogos, vínhamos criando situações de gol, jogando mais ofensivamente e, na partida que não deu (contra o Inter), a defesa apareceu, sobressaiu e fez o seu papel. Isso é maturidade para saber jogar de acordo com a partida", destacou o técnico rubro-negro.

Para a próxima rodada, contra o Atlético/PR, na quarta-feira, na Ilha do Retiro, Claudinei não contará com o lateral-esquerdo Sander, que recebeu o terceiro cartão amarelo na partida contra o Inter. “Temos a opção de colocar Evandro, que é da posição, ou passar Raul Prata para a esquerda e colocarmos Fabrício ou Deivid na direita. Mas vamos descansar, aproveitar esse empate, e na terça desenhamos o nosso time para encarar o Atlético”, disse. Em contrapartida, o grupo terá o retorno de quatro atletas que pertencem ao Internacional e não puderam atuar no sábado: os zagueiros Ernando e Leo Ortiz, o volante Anselmo e o meia Andrigo. Já o lateral-direito Cláudio Winck segue de fora por conta de uma lesão muscular.

Ponto fora
No sábado, o Sport arrancou um ponto importante contra o Internacional ao empatar em 0x0, fora de casa. Se no setor ofensivo o time não conseguiu criar tantas oportunidades, a defesa trabalhou bastante e, mostrando solidez, brecou as investidas dos donos da casa.

Entre os destaques, Claudinei frisou o retorno de Durval, que não atuava há quase quatro meses, não havia jogado ainda nesta Série A, e compôs a defesa reeditando a parceria com Ronaldo Alves. "Eles encaixaram bem na partida, principalmente no jogo aéreo. Só tenho a agradecer um jogador como Durval no elenco, que trabalha diariamente. Ele fez isso a vida inteira, com excelência, então tem toda confiança", frisou Claudinei.

Anselmo
Após o vice-presidente de futebol do Sport, Guilherme Beltrão, revelar ter recebido notificação do Internacional com uma proposta pelo volante Anselmo, o empresário do jogador disse, em nota oficial, que a oferta vinda dos Emirados Árabes não representa vantagem financeira, muito menos um projeto de carreira para o jogador, hoje considerado um dos destaques da Série A do Brasileirão. Assim, Anselmo, que está com 29 anos, continua no Sport, ao menos por enquanto. Ele veio para o Recife através de um empréstimo junto ao Internacional com validade até o final desta temporada.

veja também

comentários

comece o dia bem informado: