A vereadora do Recife Marília Arraes (PT), o ex-presidente Lula (PT) e o senador Humberto Costa (PT)
A vereadora do Recife Marília Arraes (PT), o ex-presidente Lula (PT) e o senador Humberto Costa (PT)Foto: Ricardo Stuckert/Instituto Lula

A reunião que decidirá os rumos do PT em Pernambuco, no próximo dia 10, será realizada no Recife Praia Hotel, localizado na Avenida Boa Viagem, no Recife, entre as 9h e 18h. Na ocasião, os delegados do partido votarão se apoiam ou não o lançamento de candidatura própria para governador e, caso essa tese seja aprovada, qual será o nome escolhido. A disputa interna, neste caso, segue acirrada, entre os que defendem a postulação da vereadora Marília Arraes e os que preferem a aliança com o PSB.

Os detalhes da votação foram traçados nesta segunda (04), durante reunião entre membros do diretório estadual da sigla. Nela, ficou acertado que o encontro de táticas eleitorais se iniciará com uma discussão sobre a viabilidade da candidatura própria. Em seguida, os cerca de 300 delegados votarão abertamente se aderem à proposta. A opção vitoriosa deve ter, neste caso, a maioria simples dos votos.

Leia também
Bruno alerta para risco golpe, caso a decisão da maioria do PT-PE não seja respeitada
Sem consenso, PT-PE adia formação de comissão para tratar de possível aliança com o PSB

Pesquisa é vista como trunfo no PT para lançar candidatura própria


“Os delegados foram eleitos no congresso do ano passado, quando se tirou uma resolução por unanimidade, pela candidatura própria. Então, pelo perfil deles, o apoio a esta determinação deve prevalecer. Houve algumas mudanças de lá para cá, claro. Se não, a gente não estaria apreciando a possibilidade de aliança. Mas a tendência deve ser esta mesmo”, declarou a deputada estadual Teresa Leitão.

Comissão
Na reunião desta segunda (04), os petistas também conversaram sobre a formação de uma comissão para acompanhar as conversas da direção nacional, em torno das possíveis alianças com outros partidos nos estados. Ao todo, três pessoas irão compor o grupo. Uma delas é o presidente da sigla em Pernambuco, Bruno Ribeiro. Outra representará o lado que quer seguir com o PSB e a última falará em nome dos que apoiam voo solo. Porém, ainda não foram definidos os nomes. A turma pró-Marília deve fechar a indicação nesta terça (04). Em seguida, o trio deverá ter uma reunião com a presidente nacional do PT, Gleisi Hoffmann. A data do encontro ainda não foi anunciada.

comece o dia bem informado: